Guam: um pedacinho dos EUA no Pacífico

>, Destinos, Estados Unidos>Guam: um pedacinho dos EUA no Pacífico

Guam: um pedacinho dos EUA no Pacífico

Mila Fiorese2012-12-27T01:03:29-03:0027 de dezembro de 2012|Blog, Destinos, Estados Unidos|2 Comentários

Para chegarmos em nosso próximo destino, Yap, na Micronésia, tivemos que passar por Guam. Guam é uma colônia americana, sendo até hoje uma base aero-naval estratégica para os EUA. É uma ilha situada no Pacífico com 48 Km de comprimento e 14 Km de largura.

O domínio de Guam pelos EUA, em agosto de 1945, teve um papel importante na II Guerra Mundial. Eles precisavam da ilha por seu tamanho e localização, ideal para ser a base de operações dos futuros ataques às Filipinas, Taiwan e Japão, por ter dois grandes aeroportos em condições de receber os grandes bombardeiros B-29 e um porto de águas profundas.
Como em outras batalhas do Pacífico, os japoneses se recusaram à rendição e poucos sobreviveram escondidos nas matas, o que rendeu uma história que parece tirada de filme. Em janeiro de 1972, um sargento japonês chamado Shoichi Yokoi foi descoberto por caçadores da região em um local remoto da ilha. Ele havia passado 28 anos vivendo sozinho numa caverna até ser encontrado, sem saber que a guerra tinha terminado. Ao retornar ao Japão virou uma celebridade, casou-se e viveu até os 82 anos de idade.
Guam tem 160 mil habitantes (2010) sendo uma mistura de 37% de Chamorros (nativos), 26% de Filipinos, 10% Europeus e o restante de origem chinesa, japonesa ou koreana.
Hoje a principal atividade econômica da ilha é o turismo e os japoneses são a grande maioria dos visitantes, seguidos por coreanos. Guam é o destino ideal para eles fugirem do inverno, curtirem as praias e se esbaldarem em compras em lojas de grife já que a ilha é duty-free. Ao andar pelos refinados shoppings parecia que estávamos em Tokyo, acho que éramos os únicos turistas ocidentais (e sem sacolas de compras). Todos os restaurantes e placas informativas tem a tradução para japonês e coreano.

A ilha é cheia de hotéis e resorts, super preparada para o turismo oriental. Nós ficamos apenas uma noite, nos hospedamos no Guam Marriot Resort & Spa e tivemos uma boa experiência. Atualmente este hotel não pertence mais ao Marriot e se transformou no Pacific Star Resort & Spa.
Veja todas as opções de hotéis em Guam no Booking.


Além das bonitas praias e dos muitos shoppings encontramos um pouquinho dos EUA: K-Mart, Hooters, Planet Hollywood, Hard Rock Café, Denny’s, Macy’s, banheiros públicos limpos e com papel, ônibus escolar amarelo e até militares americanos dirigindo monster trucks (aquelas caminhonetes com suspensão erguida e mega rodas).
Foi uma parada não planejada inicialmente, mas interessante para ver como o mundo tem locais que nem imaginamos que existem.

2 Comments

  1. Fafá Roque 27 de dezembro de 2012 em 13:25 - Responder

    Que delícia acompanhar essa viagem!
    Mila e Danilo, aproveito para desejar um ano cheios de boas surpresas e que a roda da vida nunca deixe de girar, nos levando sempre para lugares especiais deste planeta!

    • Mila 28 de dezembro de 2012 em 11:00 - Responder

      Obrigada pela mensagem Fafá. Desejamos que 2013 traga muita saúde e realizações para vocês. Um beijo grande.

Deixar Um Comentário

Planeje sua viagem
Assine nossa Newsletter